quarta-feira, 14 de abril de 2010

Jingle Ruim!

Pois eis que dos assuntos que me interessam, marketing é um dos grandes. É verdade, falo esse monte de besteiras aqui, mas sou administrador empresarial de formação, e gosto bastante da ciência que escolhi para estudar. Embora tenha muitas ressalvas com boa parte das metodologias utilizadas nas gestões empresariais de todo o mundo, estudar o universo das empresas me encanta.

Sendo assim, de tudo o que compõe uma empresa, três áreas me apetecem com mais intensidade: Recursos Humanos, Comercial e Marketing. E por falar em marketing, é bastante frequente nos depararmos com campanhas publicitárias catastróficas, o que demonstra um profundo desconhecimento do empresariado no quão útil e valoroso pode ser uma boa estratégia de marketing integrado. Cria-se lindos comerciais, e esquecem de reforçar a marca da empresa anunciante, cria-se mensagens lindas acompanhadas por jingles horríveis. Mas tá, e daí, onde quero chegar?

Neste excelente vídeo, uma sugestão que, na minha opinião é uma aula de marketing! Uma ação de publicidade voltada diretamente ao público alvo, orientada para o resultado, mostrando para o cliente suas deficiências de uma maneira divertida, e como essas deficiências podem ser facilmente resolvidas pela empresa autora da ação. Mas caso você discorde, no mínimo vai se divertir bastante. E o mais legal, foi feito aqui em Florianópolis! Sim, temos ótimos profissionais por aqui, muito mal pagos, mas ótimos profissionais!

Saravá!



PS: Não pertenço à empresa, não estou ganhando nada com essa divulgação, apenas acho que boas ideias devem ser propagadas o máximo possível.

5 comentários:

Clarice disse...

Mesmo que ninguém tivesse solicitado orçamento ou serviço, as agências não esqueceriam mais essa tal TumDum. Marketing hilário e certeiro para atrair publicitários.

jean mafra em minúsculas disse...

ducaralho!!!

Manuela Penzlien Medeiros disse...

Oi! Tudo bom? Nem sabia que você ainda entrava no meu blog. Foi uma surpresa pra mim (boa). Sobre o seu post, eu acompanhei na época que foi feita essa ação. Achei legal sim.
Bjs.

Lamaringoni disse...

curti!

e nossa cerveja, querido?

Mari M. disse...

Eis o desabafo de um profissional inconformado, né, Sr. Mattos?