quarta-feira, 19 de maio de 2010

Dica do Don: Trânsito!


Ok, ok, sei que tenho andado meio sério nos últimos textos, não que eu esteja abandonando meu imodesto talento para falar besteiras, mas é que eu prefiro (muito) escrever contos, e histórias iguais as últimas que postei aqui. Sei que estas histórias não são tão populares quanto as infâmias que desde as longínquas épocas de Tô Puto acostumei meus amados leitores a receber, mas, particularmente, gosto mais das histórias do que das infâmias.

Mas não abandonarei minhas besteiras, só não serão tão freqüentes daqui pra frente.

Assim sendo, vamos a mais uma Dica do Don, desta vez destinada a orientar nossos inábeis motoristas.

1 – Caro motorista, deixar o carro em ponto morto enquanto o semáforo está no vermelho, aumentará a economia de combustível do seu automóvel em 0,0002 centavos ao fim de um mês. Se você depende dessa quantia para viver feliz, o melhor a fazer é tentar o suicídio. Portanto, para evitar se tornar um estorvo sobre rodas, deixe esta porra deste carro engatado, para que assim que o sinal abra você possa sair de imediato, ao invés de olhar para o câmbio do seu carro, e pensar: “onde fica mesmo a primeira?”

2 – O semáforo nos oferece uma breve pausa na correria do dia-a-dia, mas é muito importante ter em mente que ela é realmente breve. Não é no tempo entre uma luz vermelha e outra verde que você refletirá sobre sua existência. Por mais brilhante que você seja, não vai ser neste momento que você fará uma descoberta que mudará para sempre os rumos da humanidade, você não irá compor uma canção nem escrever um poema neste curto espaço de tempo, logo, PRESTE ATENÇÃO PARA QUANDO A PORRA DO SINAL FICAR VERDE!

3 – Assim como o tempo é insuficiente para uma nova descoberta, ele não é necessariamente grande para que você se maquie. Deixe o retoque do batom para quando você realmente parar, e enquanto estiver no semáforo: PRESTE ATENÇÃO PARA QUANDO A PORRA DO SINAL FICAR VERDE!

4 – Tecnologia é uma coisa sensacional! Já reparou que há bem pouco tempo, desde 1940 mais ou menos, todos os carros saem de fábrica com um item fantástico? O pisca-pisca, ou seta, se você for de São Paulo. Talvez você não conheça este item, mas eu ajudo, é uma alavanca que fica posicionada no lado esquerdo do seu volante, e quando você for virar para a esquerda, coloque esta alavanca para baixo, quando for entrar à direita, coloque a alavanca para cima. Como se fosse mágica, este simples movimento fará com que uma luz na parte traseira do seu carro comece a piscar na exata direção em que você intenciona entrar, não é demais? Além de poder se vangloriar de ser uma pessoa moderna, atenta às últimas tecnologias, você ainda evitará que o carro que vem atrás de você seja obrigado a dar uma freada brusca por não saber que você, seu molóide, iria entrar na rua seguinte.

5 – Quando você for fazer amor com a pessoa amada, deixe as preliminares para o exato momento que anteceder ao ato carnal, não as faça no momento em que o seu príncipe encantado a deixar em frente à uma loja na Vidal Ramos, por exemplo. Eu sei que vocês se amam, dá para perceber. Mas acredite, esta não é uma despedida definitiva, vocês se encontrarão novamente.

6 – Ok, o seu som é potente e ele custou mais do que o seu Gol GTI 1983, e deu para perceber que você é fãzasso do Luan Santana, mas por mais que lhe doa, acredite, você não se mostrará um ser-humano melhor e/ou mais evoluído se alguém a 3 km de distância, ouvir o que você está ouvindo (com os vidros fechados).

7 – Você não sabe fazer baliza, certo? Tudo bem, sem problemas. Cada um de nós tem suas próprias limitações. Eu, por exemplo, não sei fazer neurocirurgias. Talvez, para você, estacionar o seu automóvel entre dois outros carros parados seja algo tão complexo, quanto para mim é retirar tumores dos cérebros alheios, mas a solução é simples. Como eu admito ser um total ignorante em neurocirurgia, não me meto no manuseio de bisturis, se você tem muita dificuldade em dimensionar o espaço externo do seu carro, PARE DE ATRAPALHAR O TRÂNSITO E VÁ PROCURAR UMA VAGA MAIS FÁCIL! Se você faz questão de estacionar em vagas próximas as entradas dos lugares, que normalmente requerem alguma manobra, tente negociar com o Detran, alegue uma pequena dificuldade do seu desenvolvimento intelectual, e tente o enquadramento na categoria dos deficientes mentais leves. Assim, você receberá aquele belo adesivinho azul para colar no seu para-brisas, e poderá estacionar sempre em vagas livres e espaçosas.

8 – Você está parado numa rua transversal, aguardando ansiosamente a oportunidade de entrar na via rápida, certo? Eis que o próximo carro que se aproxima está a uma distância segura, que permite o seu ingresso na via rápida, mas não esqueça: A VIA É RÁPIDA! Logo, ao ingressar nela, tenha na sua mente de raciocínio moroso, que aquele carro que vem lá longe, estará a uma velocidade de pelo menos 80 km/h, se você resolver transitar dois longos quilômetros a 40 km/h, ele fatalmente lhe homenageará com uma bela buzinada, e alguns adjetivos que minha educação questionável impede de publicar neste mal-afamado blogue.

9 - Engenheiros mecânicos estudaram, entre graduação e cursos de especialização, aproximadamente 10 anos antes de estarem aptos a projetarem o seu carro. Para fazê-lo, eles estudaram as condições das estradas brasileiras, os buracos que infelizmente elas possuem, calcularam o peso que o seu carro tem, logo, não é a toa que as molas do seu carro possuem a altura com que elas saem de fábrica. Rebaixar o seu carro, além de ser uma puta falta de consideração com os anos de estudos que os engenheiros dedicaram para proporcionar ao seu possante um mínimo de segurança e condições de trafegabilidade sobre as nossas mal cuidadas vias, é no mínimo assinar um atestado de imbecilidade de proporções bestiais.

10 – O seu carro anda para frente, certo? Colocar um neon azul o assoalho não melhorará em absolutamente nada, a sua visão noturna. Tirar aquela película 80% preta dos vidros, talvez ajude, mas o neon, certamente não. E acredite, não é bonito. Vai por mim, não é bonito MESMO!

11 – Quando paro para pensar nas mazelas que acometem a humanidade, nunca sei o que é pior: as enchentes no sul do Brasil, ou a zaga do Asa de Arapiraca; os maremotos da costa Americana, ou o sertanejo universitário; mas acho que o troféu “Pior merda do mundo”, deve ser dado com menções honrosas aos CGzeiros. Ser CGzeiro não significa necessariamente ser portador de uma moto 125 cilindradas. Eu tenho uma e só me locomovo com ela, mas com certeza não me enquadro nesta indesejada categoria. CGzeiro é uma espécie sub-desenvolvida de seres vivos, algo anterior aos Neardenthais, que empesteiam nossas vias terrestres. É fácil identificá-los. Mesmo que esteja nevando, eles estarão de bermudas floridas e/ou de veludo. Seus capacetes são, invariavelmente, cor de rosa. Por baixo do capacete, se você olhar com atenção, perceberá um boné virado para trás. A viseira do capacete estará sempre aberta, e ele estará usando um óculos de sol com as lentes espelhadas e a armação branca. Os retrovisores estarão virados para cima, como se fossem duas orelhas de Pit Bull. Por mais que você seja um motorista cauteloso, você jamais perceberá a chegada de um destes seres, eles surgem do nada, de repente, cortando a sua frente e já entram no corredor entre os carros, preparando o bote na frente do próximo motorista indefeso. Seus escapamentos possuem 3, 4 furos para aumentar o barulho das suas já escandalosas motoquinhas. Uma coisa importante para alertar aos CGzeiros, o que deve fazer barulho não é o escapamento, é o motor. Acredite no titio aqui, o escândalo do seu cano de descarga não tornará sua pobre 125 uma moto mais potente.

12 – Comentei por alto estas breves dicas com um rapaz da minha faculdade, um carinha com muito dinheiro no bolso e um belo carro importado para o seu diário ir e vir, da casa para a academia, da academia para a faculdade, da faculdade para o El Divino, e assim sucessivamente. Ele me disse o seguinte: “Qualé, ô Mané, tu falas isso por que és pobre, fica andando por aí de 125.” É verdade, ando de 125, mas esta fala do meu colega de estudo me fez lembrar de uma bela passagem bíblica, Deuteronômios, capítulo 17, versículo 5, se não me falha a memória, que diz mais ou menos assim:

“E subiu o Messias ao cume do Monte das Oliveiras, e olhando para os muitos que se aglomeravam a espera da palavra do Senhor, disse: ‘Bem aventurados irmãos, de verdade em verdade vos digo, sim, nasci pobre, e pobre permaneço. Mas para a cura deste mal eu trabalho, e se hoje transito a bordo de uma motocicleta 125, não tardará para que os talentos que eu recebi do Pai, e que estou semeando em terra de bons frutos, multipliquem-se de tal maneira que me permitam comprar uma moto de maior cilindrada. É verdade, sou pobre, mas isso se resolve. Mas e tu, fariseu de merda, que nasceste mais feio que a necessidade e tão inteligente quanto um pão ázimo?”

Tá lá na bíblia, pode procurar.
Palavra da salvação!

7 comentários:

Clarice disse...

Tu repetiste o número 12.

Clarice disse...

E esqueceste o número 9.

Clarice disse...

hahaha

De nada.

Lamaringoni disse...

po, nada a dizer sobre as outras duas pestes do trânsito? cadê os conselhos sobre taxistas e caminhoneiros???

beijinho!

dondeestascorazon disse...

agradecida!

Josué Mattos disse...

Faltaram umas dicas muito importantes.
Acostamento não é pista rápida!
E ambulâncias não são veículos com função de abrir passagem no trânsito, não as siga!!

Anônimo disse...

Dica nove - os pedestres agradecem!
Dica seis - até os surdos agradecem!
Dica onze - até os fashionistas agradecem e os surdos continuam agradecendo!

Xixa!