segunda-feira, 24 de maio de 2010

Vinde a mim as criancinhas


Nos fundos da Igreja, onde tradicionalmente estão as pias batismais, mais de dez casais traziam nos braços seus rebentos, uns recém-nascidos, outros já bem grandinhos, para receber a benção do primeiro sacramento que os livraria do pecado capital congênito, e de toda a maldade ancestral que, ainda que não tivessem consciência, traziam dentro de si.

Do outro lado, Lucas. Não deste, do outro, Lucas, dizia com truculência o velho padre para o novo coroinha que buscava disfarçar o nervosismo para cumprir bem sua primeira missão eclesiástica.

O problema do mundo, é o distanciamento da Igreja. Se existe tanta gente nas drogas, se tem tanta safadeza na política, é por que os pais não levam mais seus filhos à Igreja, a família não pode se afastar da Igreja, dizia o Padre para a plateia de pais e parentes orgulhosos da primeira cerimônia oficial que o mais novo ente protagonizava.

Entre Lucas, tranque a porta.

Sou o penúltimo de quatorze filhos, dizia o velho sacerdote, e posso dar o endereço de cada um dos meus irmãos, e vocês verão que nenhum bebe, nenhum fuma. Meus pais souberam nos educar na Igreja. Aquele tio bêbado da família de vocês, afirmava o Padre, é culpa dos pais que não o levaram na Igreja, deixaram que ele se afastasse de Jesus. Aquele parente que se separou, que já está no segundo, no terceiro casamento, é um rejunte mal feito, uma parede que precisa de reforma constante no reboco, por que não foi feito no concreto firme e sólido dos ensinamentos de Cristo.

Vem aqui, Lucas, vem mais perto.

Os pais escutavam-no acuados, temerosos pelo tom inquisitivo que as afirmações do pastor daquela paróquia apontavam-nos. Esse é o milênio da putaria, milênio do Diabo. É o Diabo que está corrompendo as famílias, e as famílias estão deixando. É putaria nas famílias, nas escolas, nos políticos, isso é a falta da Igreja.

Me ajude a abrir o meu cinto, Lucas, ele está muito apertado, daqui a sua mãozinha, aqui, Lucas, assim, Lucas, isso, Lucas, assim...

Nós somos uma nação destruída pela falta de fé em Deus! Não dá para levar a sério um país cujo ministro diz na televisão, para todo mundo ouvir, que as pessoas precisam transar três, quatro, cinco vezes por dia, por semana que seja. Isso é falta da Igreja, é um político tentando afastar toda uma nação do caminho do bem, do caminho de Cristo!

Vou te ensinar outra oração, Lucas, uma oração que você vai ter que ficar em silêncio, se ajoelhe aqui, Lucas, aqui na minha frente, vem mais perto, assim, o seu rostinho aqui, assim, Lucas, abre a boquinha, Lucas, isso, assim...

Se alguém aqui não está feliz em ouvir as verdades que só a Igreja pode dizer, pode levantar e ir embora. Eu não sou moleque para ficar aqui lendo o evangelho enquanto uns engraçadinhos ficam conversando. Eu nem sei mais por que eu ainda faço batizados. É uma perda de tempo. Acho que vou falar para o Bispo que não faço mais batizados. Não adianta batizar e depois não trazer mais essas crianças à Igreja, as crianças têm que estar na Igreja, tragam seus filhos para a Igreja, essa é a primeira obrigação dos pais. E vocês, padrinhos, também têm a mesma obrigação, certifiquem-se que seus afilhados estejam vindo à Igreja.

Não Lucas, eu não mandei parar, faz de novo, reza daquele jeito de novo, só que mais rápido. Isso Lucas, assim Lucas...

Caríssimos, estamos aqui reunidos diante de Deus, da comunidade, e pergunto à vocês, pais, mães, padrinhos e madrinhas, vocês realmente desejam assumir o compromisso de educar seu filho, afilhado, ensinando os Dez Mandamentos, o Pai Nosso e os ensinamentos da Palavra de Deus, incentivando para uma verdadeira fé com seu exemplo pessoal diante de Deus e da comunidade Cristã?

Aqui, Lucas, coloca a mão aqui. Não pára, continua, mas coloca a mãozinha aqui, Lucas, assim...

Também à comunidade quero lembrar que o compromisso que tem de cuidar destas crianças, acompanhando elas e suas famílias no exercício da fé e na participação das atividades da Igreja.

Isso Lucas, isso, mais rápido, mais rápido...

Caros pais, mães, padrinhos e madrinhas, para o fiel cumprimento da sua tarefa aqui assumida, você estão dispostos a renunciar todo o poder do mal, com todas as suas artimanhas e armadilhas, renegam toda e qualquer falsa doutrina, que venha ao desencontro do compromisso que aqui assumem, e renegam as pregações que põem em dúvida o amor de Deus, revelado de uma só vez e por toda a eternidade?

Isso, Lucas... Bom Lucas... Não querido, isso você engole. Tudo, Lucas, engole tudo.

Vocês, crianças, estão batizadas em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, Amém.

Ali Lucas, pegue ali no bolso da minha calça, pegue vinte reais ali. Não querido, não é para mim, é para você, compre uma balinha, um picolé, é um presente para você.

Todo poderoso Deus, agradecemos-te por haveres libertado estes teus servos dos poderes do pecado, ressucitando-os em Cristo para uma nova vida.

Volte amanhã, querido, venha depois da missa.

Irmãos, pais, mães, padrinhos e madrinhas, tragam seus filhos e afilhados à Igreja, lembrem-se sempre do que está na bíblia, Vinde a mim as criancinhas!

Lucas? Não fale sobre isso com ninguém, é nosso segredo, e contar segredos é pecado. Você não quer viver em pecado, quer? Eu sei que não.

Vão em paz, e que o Senhor os acompanhe.

Vá em paz, e que o Senhor o acompanhe.

6 comentários:

Josué Mattos disse...

O mais triste e revoltante é que é altamente verdadeiro este texto...

pontabranca.md disse...

caralho!

Clarice disse...

Além de altamente verdadeiro, muito mais corriqueiro do que imaginamos.

Don, adoro o jeito que tu escreves sobre a realidade!
Parabéns pelo texto!

jean mafra em minúsculas disse...

david, tenho orgulho de ser teu amigo, nego!

e mais, eu não teria culhão pra escrever isso.

jean mafra em minúsculas disse...

na verdade, havia lido texto ontem... mas não quis dizer nada. hoje, depois de teres deixado aquele depoimento no blog da martha, aí resolvi falar: parabéns!

Ligia Gastaldi disse...

É como o Josué falou: Pior é que isso é a mais pura realidade.
A hipocrisia reina no reino de deus(?) dos homens.
Parabéns meu amigo...és foda!!!