quarta-feira, 10 de março de 2010

Vão s'imbora, que o diabo os carregue!


Hoje, casualmente resolvi almoçar num lugar diferente. Fui até um shopping perto da minha casa (moro bem pra caramba, não estou em São Paulo, e mesmo assim perto da minha casa existem dois shopping’s center’s!) , e avistei no estacionamento um Gol puxando uma carrocinha toda adesivada, pensei comigo: “conheço aquilo ali!”.

Era o carro de Maurício Peixoto, guitarrista e coreógrafo da banda Aerocirco.
Na praça de alimentação, encontrei Maurício na companhia de Rafael Lange, e sua amada Taís Michele.

Coisa boa encontrar pessoas que gosto tanto, por acaso.

A banda Aerocirco está indo para São Paulo, os quatro gajos (Fábio, Henrique, Lange e Maurício), saíram dos seus empregos, venderam seus carros, rasparam suas economias e vão se mandar para a capital econômica da América Latina, apostando no sonho que os mantém unidos: a música. Ou, como disse o Maurício, vão lá gastar o dinheiro que guardaram, depois voltam.

A Aerocirco vai fazer por ela, aquilo que sonhamos a vida inteira fazer por nós, jogar tudo para o alto e apostar naquilo que acreditamos ser o nosso destino, nosso talento, jogar todas as fichas no que cremos sermos realmente bons, soltar qualquer tipo de amarras e cair de cabeça no sonho que, para muitos, pode parecer inconseqüência, mas no fundo, quem pensa assim o pensa por recalque.

Aerocirco é uma banda muito boa. Não é um som inovador, mas tem muita qualidade em tudo o que fazem. Cuidam dos arranjos, das produções, dos shows com a dedicação de quem quer deixar claro que se preocupa em fazer bem o seu trabalho. Algumas letras são ótimas, outras são comuns, mas tudo é muito bem feito.

O que diferencia a Aerocirco de todas as outras bandas de Florianópolis, é a maneira como eles conduzem a própria carreira. Eles são profissionais, sabem que tocam bem, mas não são mais adolescentes esperando que uma música caia no gosto do cara que aperta o play nas rádios, e que pelo simples fato de terem tocado nas rádios vão explodir no mundo todo. Eles correm atrás. Eles se dedicam com afinco em cada detalhe que envolve a séria decisão de tornar-se músico profissional.

Aerocirco não se limita ao som que fazem, eles procuram qualidade em cada maneira de interação da banda com o público.

Têm um site muito bonito e constantemente atualizado.
Que outra banda de Santa Catarina o tem?

Têm twitter, orkut, facebook, fotolog, tudo atualizado constantemente, o canal de comunicação da banda é múltiplo e constantemente ligado.

Eles sabem que são um produto, e cuidam muitíssimo bem desse produto.

Sim, música é arte, mas isso não faz com que ela perca sua condição de produto.
E é por cuidarem tão bem do produto que são, que eles sabem que ao investir neste sonho, ao jogar tudo para o alto e alugar uma casa em São Paulo, onde os quatro dividirão os ônus e os bônus da escolha feita, que eles têm tanta chance de dar certo.

Não sei se algum dia eles terão uma música tocando na Malhação ou na novela das oito, mas é certo que “No nosso canto” faria frente para qualquer balada do Nando Reis que povoa as trilhas dos folhetins da globo (exceto “Pra você guardei o amor”, que música linda...).

Lá estarão perto dos principais canais de comunicação, terão mais contatos - ou a possibilidade deles – e estarão cada vez mais próximos de viverem daquilo que amam: música!

Não basta ser bom no que se faz, tem que ir atrás e fazer acontecer. É isso que eles estão fazendo!

Não vou dizer: “vão com deus”, deus leva para o céu, e o céu é monótono, toda aquela galera de branco num gramado imenso, e ninguém fumando porra nenhuma. Um tédio do cão.

Digo: “vão com o diabo que os carregue!” Lá sim o agito é legal, as pessoas usam camisetas pretas, coloridas, dão mosh, tomam cerveja, pedem bis e a coisa toda pega fogo!

Boa sorte, meus queridos, quebrem tudo!

(ali do ladinho tu encontras o link para o myspace e para o site deles. Vá lá, vale a pena!)

4 comentários:

jean mafra em minúsculas disse...

eu amo esses caras e torço pra que eles encontrem toda sorte do mundo em são paulo.

grande abraço a todos, do aerocirco e deste blog.

beijo me liguem (mas não a cobrar, por favor)

Daca disse...

Alguém vai explodir, finalmente!!! 1/2 brownie pra mim por favor...

Mauricio disse...

A coisa mais próxima de mim que explodiu foi uma panela de pressão na casa do meu vizinho (e é sério!). espero q se o aerocirco explodir, eu não esteja no carro com eles.

Ligia Gastaldi disse...

eeeeeeeeee....te cuida Mauricio, a Aerocirco vai explodir e vais estar no carro com eles ahahaha
David, conseguistes mais uma vez verbalizar muito bem!
É isso...vamos atras dos nossos sonhos e transformá-los em metas reais...!!!!